ENTRE EM CONTATO

(48) 99178-2499

  • Said Ali

Recorde de Kipchoge: O que o esporte ganha com esse feito?

É histórico! O maior maratonista de todos os tempos, o queniano Eliud Kipchoge se tornou nessa madrugada (horário de Brasília) o primeiro homem a correr 42,195m, ou seja, uma maratona, em menos de 2 horas. Kipchoge fez um tempo de 1:59:40.





Para chegar a essa marca, o queniano contou com uma equipe de 41 pacers (atletas que estimulam e ditam o pace necessário para o objetivo). Além disso, esses atletas fizeram manobras para "quebrar" o vento e impedir que isso "segurasse" Eliud. A lista tem dez atletas que competiram recentemente no Campeonato Mundial de Atletismo em Doha, como os irmãos Ingebrigtsen e o jovem etíope Selemon Barega, que nos 5000 metros é o mais rápido do grupo, por exemplo. O local, clima e horário também foram escolhidos a dedo:


Viena, capital da Áustria, é uma cidade com apenas uma hora de diferença no fuso-horário em relação a Kaptagat, no Quênia, onde o atleta treina. Outro fator importante é a diferença de altitude. A cidade africana fica a 2.400m de altitude. Viena, a apenas 165m acima do nível do mar. Quanto mais próximo do nível do mar, maior a facilidade do corpo absorver oxigênio do ar.

A temperatura devia estar 7 e 14 graus Celsius e baixa umidade também foi essencial, pois quanto mais alta, mais difícil é a evaporação do suor no ar, o que interfere na sensação térmica. Para completar, sem entrar em muitos detalhes, a Nike desenvolveu um tênis especial para o desafio.


Oficialmente, o recorde de Eliud Kipchoge não pode ser homologado. Trago aqui a lista de "violações" da Federação Internacional de Atletismo, a IAAF, apenas a título de informação:


1. A prova tem de ser organizada sob a tutela da IAAF ou pela Federação de Atletismo do país em questão.

2. Os pacers não podem rodar entre si, entrando e saindo da prova.

3. São obrigatórios controles antidoping.

4. Os abastecimentos têm de ser recolhidos em pontos definidos pelas regras e não serem entregues diretamente ao atleta. Em Viena, Kipchoge recebeu das mãos do seu agente e de outros membros da organização abastecimentos a cada 5km.

5. É necessário ter pelo menos três participantes (para a distância completa).

6. O atleta não pode ser 'guiado' por um veículo a motor. Em Viena existia um carro à frente do pelotão a ditar o ritmo ideal.

7. O percurso tem de ser medido e certificado por um oficial de medições.



Eliud Kipchoge e seus "pacers" ao fundo

Nada do que eu citei acima, no entanto, tira o brilho e a importância dessa conquista do queniano. Tanto a preparação quanto o desafio em si deixa um legado importante para todos os corredores, principalmente os amadores, que ganharão possivelmente, novas técnicas aplicadas nos seus treinos, ou novos equipamentos para correr mais e melhor. Todos os esportes evoluem, seja com suas regras, ou com a tecnologia. O tênis, por exemplo, tem o desafio de vídeo, o futebol, o VAR, o vôlei, com as regras que conhecemos, só tem 20 anos de existência. Porque a corrida de rua também não pode mudar?


Com o perdão do trocadilho, alguns atletas precisam acelerar o ritmo! E a mente. Não foi raro nesse final de semana encontrar julgamentos do tipo "Ah, mas só conseguiu porque tinha alguém puxando", "Ah, mas não vale como recorde mundial". O próprio presidente da IAAF reconheceu que pouco importa a homologação do tempo. A história foi escrita, e o ser humano provou que não há limites, ao menos por enquanto.


Visibilidade. No sábado, o mundo se curvou para a corrida de rua, talvez nem tanto como uma final de copa do mundo de futebol, mas com um prestígio importantíssimo para a popularidade do nosso esporte. Quem dera Kipchoge fosse brasileiro para o povo idolatrar feito Ronaldinho, Romário, Neymar, Guga...


A criança ou adolescente, percebendo essa energia, quer ser igual, quer fazer parecido, quer ir pra pista e dizer que está correndo feito queniano. É disso que precisamos! O feito de Eliud Kipchoge é maravilhoso para o futuro do esporte. Pra mim, é oficial, e pra vocês?


Um abraço e até o próximo post ;)


119 visualizações